Golpe da Lista Telefônica

Devido a vários clientes nos procurarem apavorados por estarem sendo cobrados e ameaçados de protesto por um “contrato enviado via fax” por uma empresa pela qual sequer existe vínculo, estamos postando a seguinte matéria.

Segue um breve relato do “golpe”:

Sua empresa, escritório, consultório, etc, recebe uma ligação telefônica na qual uma pessoa diz que a empresa está deixando de receber catálogos telefônicos, ou até mesmo e que estes estão sendo entregues em outra cidade em razão do endereço estar errado.

Em seguida coletam os dados necessários e solicitam a pessoa que assinem a confirmação destes dados. Ato contínuo é enviado via fax um contrato de prestação de serviços, solicitando a assinatura de qualquer pessoa da empresa.

Alguns percebem se tratar de um contrato, e mesmo assim, ligam para a empresa que enviou e perguntam para a atendente sobre o valor que se encontra descrito para pagamento.

De imediato é informado que este valor não será cobrado, e que a empresa tem o direito de receber os catálogos de forma gratuita, enviados para outro endereço.

Daí está aplicado o golpe, a pessoa assina e reenvia o fax para o número de destino.

Os valores dos contratos variam de acordo com o Estado, e, na maioria das vezes são contratos anuais, no qual o valor total do débito é dividido em 12 (doze) parcelas.

Após a extorsão, os criminosos fazem ameaças, dizendo que, se não for pago o valor cobrado, a empresa terá o título protestado e enviado ao Serviço de Proteção ao Crédito (SPC e Serasa).

Outra tentativa de amedrontar as vítimas, é que o contrato elege o Foro da capital de São Paulo para dirimir quaisquer dúvidas.

Seguem algumas dicas para tentar acalmar as pessoas que se encontram nesta situação:

  • Primeiramente não se preocuparem, pois o golpe aplicado possui inúmeros equívocos. Para um operador do Direito, logo se vê a precariedade e ilegitimidade do contrato. O que foi assinado não possui validade alguma, pois é um contrato viciado (NULO), visto que, assinado por pessoa que não tem legitimidade para assinar em nome da empresa, por não figurar no contrato social.
  • Na maioria das vezes, uma notificação extra-judicial resolve o problema, assim tem acontecido com nossos clientes.
  • · Não façam nenhum tipo de depósito em conta de quem quer que seja, simplesmente porque estão ameaçando, dizendo tratar-se de um cartório, que irá protestar o CNPJ da empresa, caso o depósito não seja feito.CARTÓRIO NÃO LIGA COBRANDO NINGUÉM”.
  • · A idéia é deixar a pessoa que assinou o contrato ou o representante da empresa em pânico e tentar receber um depósito na conta informada.
  • · Outra tática é negociar o débito, para cancelar o contrato, informam um número de conta para depósito e chegam até a enviar um termo de cancelamento do contrato.Quem assim procedeu, recebeu outras cobranças, meses depois”.
  • Quem não deu a menor atenção às pressões foi deixado em paz, pois vão atrás de pessoas mais fracas e que caiam no golpe.
  • · ATENÇÃO: se alguém ligar e solicitar informações e em seguida enviar um fax pedindo a sua assinatura para entrega de exemplar de lista telefônica, NÃO ASSINE e NÃO ENVIE NADA, É GOLPE! As assinaturas de recebimento de exemplar são feitas no momento da entrega do exemplar.

Se mesmo assim você ainda está preocupado, ou encontra-se em uma situação parecida como esta, não faça nada sem antes procurar um advogado de sua confiança.

Marconi Campos de Souza – Advogado

marconi@camposcassiniadvocacia.com.br

25 Comentários

Izabell  em março 23rd, 2011

Parabens pela matéria…

Nós precisamos estarmos alertas para não sermos

vítimas de golpistas.

Minha mãe caiu em um golpe parecido-foi o famoso golpe do filtro.

João Paulo  em maio 5th, 2011

Creio que a falta de informação e ingenuidade da sociedade, permite tal momento oportuno para aproveitadores de vida fácil, pois pessoas bem informadas acreditam a criatividade do golpe está deixando a desejar a cada ano, mesmo surgindo novos golpes a cada minuto. Creio ainda, que parte da culpa é da sociedade!

SAMANTA  em maio 20th, 2011

ola bom dia
eu li a sua materia sobre golpe telefonico, ontem aconteceu comigo me ligaram falaram todas aquelas coisas passara o fax para mim retornar mas na hora que ia passar minha encarregada disse que era golpe ja tinha carimbado e assinado , dai ligaram pra mim repassar o fax disse a eles que nao iria passar o fax me xingaram disseram que o cancelamento viria no me nome um monte de coisa mas queria saber se o fato de ter confirmado informações pode vir cobrando algo?
adorei o seu documentario

Marconi  em maio 20th, 2011

Boa tarde Samanta!

o simples fato de você ter recebido o fax e repassado as informações não acarreta nenhum tipo de responsabilidade para vc ou sua empresa.

Como se trata de um contrato, este não vai estar assinado, logo não tem nenhuma validade jurídica.

Com relação a cobranças, sinceramente acho que estas serão enviadas, é uma forma que eles tem de “amedrontar” as pessoas, e agem sob a alegação de uma suposta negativação ou protesto.

Como dito no post, não efetue nenhum tipo de pagamento, quando perceberem que não poderão mais causar pânico em você, desistirão de tentar cobrar.

Agradeço e colocamo-nos a disposição para sanarmos quaisquer dúvidas.

ATT.
Marconi Campos

EDUARDO  em junho 7th, 2011

Olá, boa noite, doutor fui vítima desse mesmo golpe, porém, assinei e carimbei o contrato, e recebi a dita lista, porém, não recebi nenhum boleto de cobrança, apenas ligações ameaçando processo da empresa, o que devo fazer?

Marconi  em junho 10th, 2011

Olá Eduardo, Boa tarde!
Bom, seu caso já está um pouco diferente. eles já enviaram o material e não efetivaram nenhum tipo de cobrança, logo não podem assionar a empresa judicialmente.
Existem algumas ponderações a serem feitas:
1- Você possui capacidade para assinar em nome da empresa? 2- O contrato que você assinou prevê multa para o cancelamento? 3- Há quanto tempo vc assinou e reenviou o fax?

Caso você não seja resposável pela empresa, o contrato encontra-se viciado… veja a quanto tempo você devolveu o contrato, e olhe a possibilidade de requerer o cancelamento o mesmo.

Colocamo-nos a disposição para maiores esclarecimentos.
ATT. Marconi Campos

Maria  em julho 4th, 2011

Olá Marconi!

Aconteceu uma situação parecida comigo.
Uma empresa chamada Classitel Editora de Lista Ltda, me ligou e a funcionária falou que o serviço de divulgação do nome da loja em que trabalho seria gratuito. Pediu que eu assinasse como gerente apenas para cumprir uma formalidade. Acontece que eu não sou gerente, mas coloquei no contrato que eu era e ainda por cima assinei. Agora estão me cobrando pelo serviço, dizendo que o nome da loja está nos classificados telefônicos, que o serviço está sendo prestado e que eu tenho que pagar. Fiquei com medo e paguei por minha conta a primeira parcela, mas ainda tem seis. O que devo fazer? Sou apenas vendedora da loja.

Marconi  em julho 15th, 2011

Boa Tarde! Bom, seu caso está ocorrendo como a maioria dos demais. Contudo, se você realmente não é gerente, e não possuir legitimidade para firmar contratos, logo o contrato que você acabou de assinar esta “viciado”, ou seja não contem as formalidades legais completas e necessárias. Minha dica é NÃO PAGUE. Mesmo se você pagar todas as parcelas, eles apresentarão outras após o término.

ATT.

Marconi Campos

Rose  em julho 26th, 2011

Bom dia doutor cai neste golpe, porém a fatura veio na conta telefonica da empresa, o que faço pois o vencimento é para dia 1° e eu não falei nem pra o dono ainda, por favor me ajude! Urgente

Marconi  em julho 26th, 2011

Boa tarde Rose.
Bom, é fato novo que eles insiram o débito na conta de telefone. Logo, não sei o que você autorizou com a assinatura do contrato.
É muito estranho o fato deste débito estar incindindo junto com a conta telefônica.
Você pode tentar também uma contra ordem junto a empresa de telefonia, não reconhecendo o débito já lançado, ato contínuo, remeta uma notificação extra judicial e tente cancelar o débito.
ATT. Marconi Campos

Rafaela  em agosto 9th, 2011

Olá, cai nesse golpe. Me ligaram em setembro do ano passado dizendo que era para confirmar dados cadastrais e pediram meu nome e rg apenas para constar quem forneceu os dados e a veracidade das informações.
Fui tola e forneci os dados agora estão me ligando dizendo que tem 4 parcelas em aberto e atrasadas, no entanto, não assinei nada e sou apenas a recepcionista da empresa.
Como devo agir sem ter que falar para a empresa para corrigir esse erro.
Aguardo retorno.

Marconi  em agosto 12th, 2011

Bom dia Rafaela!
É bem típica esta situação. Vejamos as incoerências do golpe.
Você me disse que assinou o contrato no mês de setembro do ano passado. Agora quase um ano após, eles retornam dizendo que existem 04 parcelas? e as parcelas demais? Se o contrato é de prestação contínua, o que ocorreu com as demais parcelas? Se já se passaram 12 meses, porque somente agora eles entram em contato “cobrando”.
É obvio que trata-se de um “golpe”, ainda mais se você não assinou nada…..
NÃO PAGUE….
Como eu já disse, providencie uma “Notificação Extra Judicial” para esta suposta empresa e, coloque um ponto final nesta relação que nem mesmo existe.

ATT.
Marconi Campos

Marcelo  em agosto 22nd, 2011

Boa tarde,
Minha sócia caiu nesse golpe, agora gostaria de saber o q fazer:
Ela assinou o contrato via fax em 08/2010, eu achei estranho e pedi para ela cancelar, o q foi feito em out/2010, mediante pagamento de um boleto de 200 e poucos reais para cancelamento.
Agora ligaram dizendo que era do cartório de Sp e teríamos até hoje para pagar para o nome da empresa não ir para o Serasa.
O q fazer ?

Elis  em agosto 31st, 2011

Olá.
Sou secretaria de uma incorporadora e, hoje mesmo, cai nesse golpe. Ativa era o nome da empresa. Alguns minutos após o meu retorno do fax assinado me dei por conta do valor do contrato. 12X 200,00. O que devo fazer? No mesmo instante comuniquei a diretoria da empresa e me disseram para encaminhar um e-mail cancelando o contrato pois eu não teria autonomia nenhuma para responder pela empresa. Está correto? E quando os boletos vierem, se vierem, devemos pagar? Se não pagarmos eles vão para cartório mesmo ou é só para assustar??

Obrigada.
Elis

rose  em setembro 14th, 2011

Boa tarde
estou apavorada,cai neste golpe onde trabalho,assinei e coloquei meu cargo como gerente mas não sou,ai me mandaram o primeiro boleto que paguei do meu bolço ai eu liguei e pedi o cancelamento do contrato e ela me mandou e eu assinei devo pagar um boleto no dia 20 pra quitar a conta o que devo fazer?porfavor estou apavorada corro o risco de perder o emprego

Wesley  em setembro 22nd, 2011

Existe tamboem outro golpe bem mais direto. Não sei como eles (os golpistas) conseguem todas as informações cadastrais das empresas (CNPJ, endereço, Razão Social) assim enviam já as guias para figuração na Listas Telefônicas do Brasil ou então também utilizam a guia de contribuição para a Associação Comercial do Brasil. O empresário que não tiver um bom controle no setor de contas à pagar pode quitar as boletas sem nem perceber. OLHO VIVO PESSOAL. Aqui mesmo em Barbacena recebemos inúmeras boletas deste tipo em nossa empresa.
Parabéns pelo trabalho de esclarecimento de vocês.

Marconi  em setembro 29th, 2011

Boa tarde….Não pague…cartório não liga para cobrar…..é golpe!!!!! não caia neste golpe.

Marconi  em setembro 29th, 2011

Boa tarde Elis! Como já disse anteriormente, a história não muda, eles continuam agindo da mesma forma….. Não pague nada….eles não irão protestar, muito menos ajuizar uma ação judicial.

Envie uma notificação extra judicial via cartório que as cobranças param.

ATT.
Marconi Campos

Marconi  em setembro 29th, 2011

Boa tarde Rose! Como já disse anteriormente, a história não muda, eles continuam agindo da mesma forma….. Não pague nada….eles não irão protestar, muito menos ajuizar uma ação judicial.

Envie uma notificação extra judicial via cartório que as cobranças vão parar.

ATT.
Marconi Campos

Marconi  em setembro 29th, 2011

OK Wesley, muito obrigado por postar……Continue postando e ajudando outras pessoas para que não caiam nestes golpes.

ATT.
Marconi Campos

Bartira  em novembro 1st, 2011

Estou com muito medo pois aconteceu tbm comigo na empresa onde trabalho. Assinei o fax e o mandei de volta. Uma semana depois ligaram querendo saber do pagamento dos boletos só que os mesmos não chegaram. Então uma mulher do nome de Julia me pressionou a realizar o pagamento sob pena de colocar o nome da empresa no SPC/SERASA. Solicitei então o cancelamento do contrato e dos respectivos boletos. Foi enviado um termo de quitação e cancelamento com o pagamento da multa no VALOR DE 1.788,00. Eu, ingenuamente, realizei o pagamento com meu próprio dinheiro com medo da historia vir a tona pela direção da empresa.

Uma semana depois outra mulher me liga com o nome de Cinthia dizendo que não foi pago o valor correto, que a tal da Julia fez o processo errado, etc, etc, disse tbm que não podia dá baixa nos boletos junto ao banco pq eu teria q pagar o montante total da dívida. Achei estranho e fui consultar o CNPJ junto a Receita Federal e constatei no site que não existiam certidões válidas para a empresa de nome LTB TELECOMUNICAÇÕES – Classiguias, como verifiquei assim que coloquei o nome da empresa na internet que tratava-se de uma das várias que dão golpe.

Desse modo eu queria saber se há possibilidade desta empresa colocar o nome da empresa que trabalho no SPC/SERASA e qual o procedimento que devo adotar a partir de então. Por favor, preciso de uma luz urgenteee pq estou em pânico em estar nas mãos desses vigaristas. Obrigada!

Marconi  em novembro 3rd, 2011

Boa tarde!

O golpe não muda, “eles” vão ao máximo tentar amedrontar as pessoas para retirarem o máximo de dinheiro possível das vítimas.

Quem realiza o protesto é o cartório de registro de protestos, não a suposta empresa, que liga anunciando a suposta restr~ção.

Não ceda às chantagens,

Procure ajuda de um profissional do Direito, e, envie a esta empresa uma notoficação extra judicial, em 99.9% dos casos eles param de importunar, e, vão tentar arrumar outras vítimas.

ATT,

Marconi Campos

André Luis  em novembro 3rd, 2011

Boa Tarde Dr. Marconi.
Semana passada me ligaram com esse mesmo papo de atualização de dados. Dei os dados, em seguida me mandaram o fax para assinar e reenviar. Detalhe: o local de assinatura já veio assinado com meu nome por outra pessoa, e só assinaram André Luis, sem o resto do meu nome. Depois disseram que eu tinha que carimbar e reenviar, mas como não tinha carimbo, disseram que eu poderia apenas colocar o nome da empresa no local do carimbo. Hoje, chegou um fax agradecendo pelo contrato de 200 reais mensais, autorizado pelo GERENTE ADM André Luis, sendo que sou assistente administrativo. Será que isso pode dar algum problema?

E parabéns por se dispor a dirimir a dúvida de muitas pessoas, coisa que poucos advogados fariam.

Marconi  em novembro 15th, 2011

Boa tarde André.

Primeiramente, coisa mais importante…você nao ter assinado o contrato…. logo, ele não tem nenhuma validade jurídica.

Diante da vasta experiência com este tipo de “golpe’, posso te afirmar que eles irão tentar amedrontar você e a empresa na qual trabalha. NÃO DEIXEM SE AMEDRONTAR….

O “contrato’ que eles tem em mãos,´está completamente eivado de nulidades, ou seja, viciado.

Novamente aconselho a procurarm um profissional e remeterem uma notificação extrajudicial para esta empresa.

Com certeza, após realizarem isto, eles irão para e tentar arrumar outras vítimas.

Agradeço sua pergunta, e continuem mantendo contato neste espaço.

ATT.

Marconi Campos

Hellen  em novembro 21st, 2011

Boa tarde Dr Marconi!

Eu cai neste golpe da lista telefônica.
Entraram em contato confirmando os dados e informando que minha assinatura era necessária apenas para renovar os dados cadastrais e que a empresa receberia gratuitamente 2 listas telefônicas. Recebi o fax, assinei, carimbei e reenviei. Na semana seguinte recebi um boleto de R$ 296,00. Verifiquei no contrato e constam 12 parcelas deste mesmo valor. Entrei em contato com a empresa e me pediram quase R$ 3.000,00 para cancelar o contrato. Estou desesperado pois me informaram que irão protestar a empresa em que trabalho.
Tenho algumas dúvidas, o senhor pode me ajudar ?
1. Eles podem realmente protestar a empresa ?
2. Este contrato tem alguma validade jurídica ?
3. Como faço para pedir a anulação deste contrato na justiça ?
4. O Procon pode fazer alguma coisa ?
5. O que mais eu posso fazer neste caso ?

Grata.
Hellen.

Deixar um comentário