DIA DAS MAES

O dia das mães está próximo, e tal data é considerada uma das melhores para o comércio, vindo a perder somente para o período de Natal.

Como a movimentação do comércio é um fato, se faz necessário observar algumas dicas para a hora de comprar o presente do dia das mães:

  • Antes da compra o consumidor precisa pesquisar cuidadosamente os preços, pois eles variam muito de uma loja para a outra. Caso esteja endividado, compre apenas uma “lembrancinha”.
  • Na hora da compra, é importante o consumidor negociar um desconto, caso o pagamento seja à vista. É de extrema importância sempre exigir nota fiscal ou recibo.
  • Verificar se o produto adquirido está funcionando bem.
  • Observar sempre a identificação do fabricante, o nome, CNPJ e endereço, pois caso encontre algum defeito, facilitará a responsabilização do mesmo.
  • Se a loja afirmar que faz troca de produtos, seja com defeito ou não, exija este compromisso por escrito, na nota fiscal (cumpre ressaltar que NÃO GOSTAR não é defeito e assim sendo o lojista não está obrigado a efetuar a troca nesse caso).
  • Caso a loja garanta a entrega do presente até a data comemorativa dos Dias das Mães, também exija por escrito.

A garantia é um dos quesitos mais importantes, de acordo com o Código de Defesa do Consumidor: a garantia legal para produtos duráveis é de no mínimo 90 dias, e de 30 dias para os não duráveis. Caso ocorra algum tipo de reclamação, o fornecedor tem um prazo de 30 dias a partir do momento da reclamação, para solucionar o problema, caso isso não ocorra, o consumidor tem direito por optar pela troca do produto, ou pela devolução do valor pago. Se as compras forem feitas por telefone, internet ou fora do estabelecimento comercial, o consumidor tem um prazo de até sete dias para arrepender-se.

A título de curiosidade tem-se que o Dia das Mães teve a sua origem no princípio do século XX, quando uma jovem norte-americana, Anna Jarvis, perdeu sua mãe e entrou em completa depressão. Preocupadas com aquele sofrimento, algumas amigas tiveram a ideia de perpetuar a memória da mãe de Annie com uma festa. Annie quis que a homenagem fosse estendida a todas as mães, vivas ou mortas. Em pouco tempo, a comemoração e consequentemente o Dia das Mães se alastrou por todos os Estados Unidos e, em 1914, sua data foi oficializada pelo presidente Woodrow Wilson: dia 9 de Maio.

Dados Históricos: A mais antiga comemoração dos dias das mães é mitológica. Na Grécia antiga, a entrada da primavera era festejada em honra de Rhea, a Mãe dos deuses[1].

Como Homenagem à minha, à sua e a todas as mães do mundo deixemos as palavras de Carlos Drummond expressarem todo o sentimento que merece essa maravilhosa criatura.

Para Sempre

Por que Deus permite
que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite,
é tempo sem hora,
luz que não apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,
veludo escondido
na pele enrugada,
água pura, ar puro,
puro pensamento.

Morrer acontece
com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça,
é eternidade.
Por que Deus se lembra
- mistério profundo -
de tirá-la um dia?
Fosse eu Rei do Mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho
.

Carlos Drummond de Andrade


[1] http://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_das_Maes

Deixar um comentário